Pular para o conteúdo
Voltar

Presidente reúne com comando geral da PM para tratar da construção da nova sede do Batalhão de Trânsito

Assessoria | Detran-MT

A | A

O presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Gustavo Vasconcelos, esteve na quinta-feira (19.05), no Comando Geral da Polícia Militar junto com o comandante do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, tenente coronel PM Adão César Rodrigues, para tratar com o comandante geral da corporação, coronel PM Alexandre Mendes, sobre a possibilidade do Detran participar da construção da sede própria do Batalhão de Trânsito, que atualmente funciona em um prédio locado.

A intenção seria construir a sede do batalhão próximo ao Detran, em Cuiabá, juntamente com demais instituições que compõem o sistema nacional de trânsito, para facilitar o acesso da população na resolução de problemas que envolvem um acidente de trânsito. 

Segundo o comandante do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, tenente coronel PM Adão César Rodrigues, a reunião foi positiva e a Polícia Militar tem uma parceria muito boa com o Detran. “A ideia seria construir uma espécie de cidade do trânsito, um complexo onde teríamos o Batalhão de Trânsito, a Deletran, mais próximos do Detran e da Derfva que são órgãos que tratam da questão do trânsito e de checagem veicular, e que ficariam todos juntos para facilitar a vida do cidadão”, destacou. 

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, apoia a ideia e disse que o assunto será levado ao secretário de Segurança Pública para deliberações. “Construir a sede do batalhão próximo ao Detran irá facilitar a vida do cidadão, e queremos dar esse aporte financeiro, assim como fizemos na reforma da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores da Polícia Civil, em Cuiabá”, disse o presidente. 

Há um ano, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derfva) de Cuiabá ganhou um novo ambiente ampliado e com mais estrutura para atuar no combate aos crimes de roubos e furtos de veículos na região metropolitana da Capital. As obras foram realizadas pelo Detran-MT, um investimento de R$ 1,6 milhão.

ANTES

COMO FICOU