Pular para o conteúdo
Voltar

Campanha educativa ‘Amigo da Rodada’ ocorre nesta sexta-feira (06) em bares de Cuiabá

Equipes dos órgãos da Segurança Pública e de entidades parceiras vão orientar e propor o teste voluntário de alcoolemia
Alecy Alves | Sesp-MT

Secom-MT
A | A

Como parte da programação do Movimento Maio Amarelo, ocorre na noite desta sexta-feira (06.05), às 20h, em bares na área central de Cuiabá, a campanha educativa ‘Amigo da Rodada’. Essa é uma ação que consiste em abordar e orientar frequentadores de bares sobre os riscos de envolvimento em acidentes e as implicações legais àqueles que dirigem após o consumo de bebidas alcóolicas.

Além do diálogo educativo, os consumidores poderão fazer, voluntariamente, o teste de alcoolemia. A coordenadora do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Segurança Pública, major Monalisa Furlan,  explica que a ideia do teste é mostrar que o consumo de álcool, por menor que seja, é detectável no etilômetro e pode alterar o comportamento do condutor do veículo.

Monalisa destaca que a intenção da campanha não é dizer às pessoas para não beber, mas para não dirigir após o consumo do álcool. “É fazê-las entender que é mais seguro, para ela e terceiros, eleger um amigo da rodada que não bebeu para dirigir, ou usar os serviços de táxi e motorista por aplicativos”, frisa a coordenadora.

A ação desta noite integra representantes do GGI/Sesp, Detran-MT, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPMTran), Delegacia de Trânsito (Deletran) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Participa também uma equipe da Secretaria adjunta de Justiça que vai atuar na orientação e prevenção a outras drogas.

O Movimento Maio Amarelo estenderá durante todo o mês de maio desenvolvendo atividades de conscientização e incentivo à mudança de comportamento dos condutores visando a redução de acidentes com mortes e lesões corporais.   

Mortes no trânsito

No primeiro trimestre de 2021, 124 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Estado de Mato Grosso. Já em 2022 foram contabilizadas 112 mortes. Em relação aos índices de lesões corporais, as estatísticas registram 2.326 e 1.646, no primeiro trimestre de 2021 e 2022, respectivamente.