Pular para o conteúdo
Voltar

Detran reforma unidades do interior para melhor atender a população

Segundo o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, a reforma das unidades é uma das prioridades da atual gestão, uma vez que o órgão lida diretamente com o atendimento ao público
Lidiana Cuiabano | Detran-MT

44ª Ciretran de Nova Mutum - Foto por: Detran-MT
44ª Ciretran de Nova Mutum
A | A

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) realizou reforma e manutenção predial em várias unidades no interior do Estado para trazer maior conforto aos usuários e melhores condições de trabalho aos servidores, um investimento de mais de R$ 1,2 milhões do Governo do Estado.

Foram feitas manutenções prediais nas unidades do Detran dos municípios de Barra do Bugres, Nova Olímpia, Pontes e Lacerda, Campo Novo dos Parecis, Comodoro e Colíder. As unidades do Detran em Água Boa, Nova Mutum e Cláudia foram reformadas.

Está em andamento a reforma da 59ª Ciretran de Vila Bela da Santíssima Trindade e da 6ª Ciretran de Rosário Oeste. 

A manutenção predial das unidades contempla pintura, reforma da rede elétrica e rede lógica, manutenção de telhado, acessibilidade, readequação de calçadas, reparos em portas e janelas, muros, entre outras melhorias. 

Na 44ª Ciretran de Nova Mutum, por exemplo, foi realizada a reforma predial com acessibilidade externa, piso tátil, banheiro acessível, esquadrilhas, telhado, pintura predial, troca de portas, rede elétrica e rede lógica reformadas, construção do fosso, elevação do muro e inclusão de itens de segurança como concertina. 

No município de Claudia, a 45ª Ciretran também está de cara nova. Foi revitalizada toda a fachada, feita a readequação da calçada com sinalização tátil, rampa de acesso, vagas de estacionamento exclusivas para idoso e deficiente, além de reparos nos muros e portões que cercam a unidade, pintura e construção do banheiro para os Portadores de Necessidades Especiais. 

Segundo o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, a reforma das unidades é uma das prioridades da atual gestão, uma vez que o órgão lida diretamente com o atendimento ao público, e muitas pessoas passam diariamente pelas unidades do órgão em busca de serviços.

“Com as reformas queremos melhorar o atendimento ao público, garantia das exigências de acessibilidade e melhoria do ambiente de trabalho aos servidores”, destacou. 





Editorias