Pular para o conteúdo
Voltar

Motoristas devem trafegar sempre com o documento de licenciamento veicular

Após o pagamento do licenciamento, é necessária a impressão do documento para comprovar que o veículo está regular
Carolina Alonso | Detran-MT

É necessária a impressão do CRLV para comprovar que o veículo está regular - Foto por: Mayke Toscano
É necessária a impressão do CRLV para comprovar que o veículo está regular
A | A

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) alerta aos proprietários de veículos para que se atentem quanto à emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) tão logo realizem o pagamento. O documento é de porte obrigatório para trafegar com o veículo, conforme estabelecido no artigo 133, do Código de Trânsito Brasileiro. 

Segundo a chefe de Fiscalização do Detran-MT, Kerollain Pacheco, a maior incidência de multas e recolhimento de veículos hoje no Estado deve-se ao fato do proprietário ou condutor não portar o CRLV no momento de alguma abordagem policial ou fiscalização de trânsito.

“São recorrentes situações em que o condutor pagou seus débitos junto ao Detran e não realizou a impressão do documento”, comenta.

Por isso, o Detran-MT reforça que não basta o proprietário do veículo realizar o pagamento e circular apenas com o recibo. É necessária a impressão do CRLV para comprovar que o veículo está regular. Caso o veículo esteja circulando sem o licenciamento do ano corrente, ele será apreendido e removido ao pátio de apreensões do Detran.

Além da apreensão, circular com o veículo sem o porte do licenciamento anual é considerada uma infração gravíssima, contabilizando 7 pontos na CNH e o condutor ainda será multado no valor de R$ 293,47, conforme previsto no artigo 230, do CTB.

CRLV Digital

Além do documento impresso, o Departamento Estadual de Trânsito do Mato Grosso (Detran-MT) disponibiliza aos condutores do Estado o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital (CRLV).

A versão eletrônica foi desenvolvida para utilização por meio de smartphones e está disponível junto à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em apenas um aplicativo. O documento eletrônico contém todas as informações do documento impresso e possui a mesma validade jurídica.

Antes de baixar o documento digital, o proprietário do veículo precisa ter pago o licenciamento do ano de 2018.  

O CRLV Digital pode ser compartilhado com até cinco pessoas que utilizem o mesmo veículo, desde que já tenham instalado o aplicativo no celular. Quem recebe o CRLV Digital não consegue exportar ou compartilhar o documento, mas pode apresentá-lo às autoridades de trânsito durante abordagens.

Como obter

Para obter os documentos eletrônicos é preciso fazer o download do aplicativo “Carteira Digital de Trânsito (CDT)”, disponível gratuitamente na Google Play e App Store. Depois, basta fazer o cadastro no aplicativo. O usuário receberá um e-mail e deverá clicar no link para confirmação.

Após a ativação, deve-se fazer login no aplicativo e clicar em “adicionar documento”, que será a CNH ou CRLV digitais. Após o cadastro, para validar o CRLV digital, deverá informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo (CRV) (antigo DUT).

Depois de confirmar a validação, será necessário informar o número de telefone celular. Neste momento, será disponibilizado o CRLV Digital no dispositivo móvel.

Para acessar as informações, o aplicativo exigirá do usuário uma senha de quatro dígitos, uma chave de acesso que deverá ser digitada toda vez que o documento digital for utilizado. Tanto a CNH quanto o CRLV Digital poderão ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo sem internet.





Editorias