Pular para o conteúdo
Voltar

Equipes de fiscalização do Detran-MT autuam 26 motoristas irregulares em Cuiabá

Durante as abordagens foram vistoriados itens de segurança como farol, placas, lacres e documentação
Carolina Alonso / Detran-MT

- Foto por: Arquivo Detran
A | A

Equipes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) realizaram na terça-feira (21.05) mais uma edição da Operação Guardião, em que flagrou e autuou 26 motoristas que trafegavam em condições irregulares, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá. A ação teve o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob).

Durante a fiscalização, grande parte das autuações foram relacionadas à condução de veículos sem licenciamento ou não registrados devidamente junto ao órgão de trânsito. No total, 18 motoristas foram flagrados cometendo a infração considerada gravíssima, com pena de multa e apreensão do veículo. Ao todo, dez motocicletas e oito automóveis foram removidos e 16 documentos veiculares recolhidos.

A Operação Guardião inicialmente se concentrou em Várzea Grande, mas agora opera também na região metropolitana de Cuiabá. É realizada pelo Detran-MT, através da Gerência de Fiscalização e conta com o apoio do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran), 25° Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso e Guarda Municipal de Várzea Grande.

O objetivo da ação é evitar acidentes de trânsito, os grandes índices de irregularidades administrativas, embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, não uso do cinto de segurança dentre outras infrações previstas do Código de Trânsito Brasileiro.

Segundo a gerente de Fiscalização do Detran-MT, Kerollain Pacheco, a operação não verifica somente as condições de regularidade e circulação dos veículos.

“A conscientização para as normas de conduta e direção defensiva também são desenvolvidas, com o intuito de reduzir os grandes índices de irregularidades administrativas, bem como criminais relacionadas ao trânsito. Essa operação é determinante para a redução no número de acidentes, haja vista que fiscalização influencia diretamente na segurança e fluidez do trânsito, contribuindo para a efetiva mudança de comportamento dos usuários da via”, aponta.





Editorias